Cinco Modos Autênticos de Dhikr Depois da Salāh

bismillah (1)

dhikr

O Mensageiro de Allāh ﷺ faria o tasbīḥ (glorificar Allāh), taḥmīd (louvá-Lo) e takbīr (exaltar Sua grandeza) depois das orações obrigatórias. O que se segue é o que é autenticamente relatado por ele ﷺ:

  1. “Subḥānallāh” 33 vezes, “al-ḥamdu lillāh” 33 vezes, “Allāhu akbar” 33 vezes e termina com um único “lā ilāha illAllāh, waḥdahu lā sharīka lahu, lahul mulk wa lahul ḥamd, wa huwa ‘alā kulli shay.in qadīr”. [Muslim nº 597]
  2. “Subḥānallāh” 33 vezes, “al-ḥamdu lillāh” 33 vezes e “Allāhu akbar” 34 vezes. [Muslim nº 596]
  3. “Subḥānallāh” 33 vezes, “al-ḥamdu lillāh” 33 vezes e “Allāhu akbar” 33 vezes. [Bukhārī nº 843; Muslim nº 595]
  4. “Subḥānallāh” 10 vezes, “al-ḥamdu lillāh” 10 vezes e “Allāhu akbar” 10 vezes. [Bukhārī nº 6329]
  5. “Subḥānallāh” 25 vezes, “al-ḥamdu lillāh” 25 vezes, “Allāhu akbar” 25 vezes e “lā ilāha illAllāh” 25 vezes. [An-Nasā’ī nº 1351 autenticado pelo Shaykh Al-Albānī]

‘Abdullāh bin ‘Amr disse:

“Eu vi o Mensageiro de Allāh ﷺ contando-os na [nos dedos da] sua mão direita. [Abū Dāwūd nº 5065; At-Tirmidhī nº 3410]

Uma pessoa deve alternar entre os vários modos. Não é permitido usar a masbaha (rosário), contadores ou pedras para contar o dhikr, já que todos eles são inovações – e a melhor orientação é a do Profeta ﷺ.

Sobre o método narrado por Muslim nº 595:  “Subḥānallāh 11 vezes, al-ḥamdu lillāh 11 vezes e Allāhu akbar 11 vezes”, Moosaa Richardson, que Allāh o recompense com o bem, trouxe um benefício que eu (Abu Khadeejah) desejo compartilhar aqui:

“Essa [narração] é baseada em uma leitura errada do Sahīh Muslim (nº 595). Imam Muslim estava identificando um mal-entendido acrescentado ao ḥadīth por um dos narradores, Suhayl ibn Abī Ṣāliḥ. Ele erroneamente entendeu o ḥadīth de dizer estas frases 33 vezes como sendo o número total e, assim, que deveríamos dizer cada uma das três [frases] onze vezes cada [totalizando 33 vezes]. Os estudiosos (começando pelo Imām Muslim) identificaram isso como um erro pessoal de Suhayl e algo que não deve ser tomado como parte do próprio ḥadīth.

Al-Ḥāfiẓ ibn Ḥajr conclui: “É mais evidente que o significado é cada um deles alcançando isso (33 vezes) separadamente.” (Fatḥ ul-Bārī, 2/328)

Shaykh Muḥammad ibn Alī ibn Ādam al-Ityūbe disse: “Este (11x) foi um mal entendido de Suhayl ao explicar o significado de 33 vezes: ele presumiu que as 33 vezes deveriam ser divididas nas três frases. O que é correto é que cada uma das três frases deve ser dita 33 vezes cada: “Subḥānallāh” (33 vezes), “al-ḥamdu lillāh” (33 vezes) e “Allāhu akbar” (33 vezes) [totalizando] 99 todos juntos e não 33 todos juntos.” [Al-Bahr al-Muhīt ath-Thajjāj, 13/239]

Nós pedimos que Allāh, O Altíssimo, nos conceda o sucesso.

Tradução: ‘Aishah Barletta

Fonte: https://www.abukhadeejah.com/six-authentic-modes-of-dhikr-after-the-salaah/

Texto escrito por: Abu Khadeejah ‘Abdul-Wahid

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s