O Qur.ān: Sua Revelação e Compilação [Parte 2] (Islām 1.6)

bismillah (1)
1.6
Imagem: Bruna Bittar

Crenças & Fontes de Autoridade

Quando o Profeta ﷺ recebeu inicialmente a Revelação do Qur.ān, ele foi comandado por Allāh a receber as palavras do Seu Senhor e, então, cobrir estas palavras para as pessoas. Os discípulos de Muḥammad ﷺ memorizou o Qur.ān exatamente como foi revelado e, desde então, é transmitida geração após geração já mais de 1.400 anos, sem qualquer alteração. Esta é a “única” natureza do Qur.ān, na medida em que é preservado. Allāh disse:

“Em verdade, Nós revelamos o Dhikr (o Qur.ān) e, certamente, Nós iremos guarda-lo (da corrupção).” [Al-Hijr (15): 9]

Os muçulmanos são requeridos a recitar cada palavra exatamente com perfeição, pois essas são as Palavras reais de Allāh – quando alguém recita essas Palavras, ele ou ela está transmitindo as Palavras de Allāh. Foi assim que Allāh informou ao Profeta ﷺ:

“E se qualquer um dos Mushrikun (politeístas, idólatras, pagãos, descrentes na Unicidade de Allāh) procurar a tua proteção, ampara-o, para que escute a Palavra de Allāh (o Qur.ān) e, então, escolta-o até que chegue onde possa estar seguro…” [At-Tawbah (9): 6]

Uma pessoa que memoriza o Qur.ān de cor é chamada de Hāfiẓ.

Estudo de Caso

Os Imāms nas Mesquitas lideram os Muçulmanos nas Orações Diárias (Salāt) e recitam o Qur.ān em voz alta em três das cinco orações diárias. Essa recitação é exclusiva do Qur.ān, pois o Hadīth não é recitado neste momento. Durante o Ramadān, os Imāms na Grande Mesquita de Makkah, recitam o Qur.ān nas Orações da Noite, levando mais de um milhão de pessoas que os apoiam e ouvem silenciosamente as Palavras de Allāh. Há muitos recitadores que recitam lindamente, que levam as pessoas a refletir sobre suas vidas e sua morte que se aproxima – muitas são trazidas às lágrimas.

Alguns muçulmanos recitam o Qur.ān em “Competições do Qur.ān” para ver quem tem o recital mais melodioso e comovente; ou em funerais – muitos ganhando uma vida confortável com esses recitais, ganhando uma vida confortável com esses recitais, ganhando troféus e direitos de “gravações comerciais.” Isso é visto por muitos estudiosos muçulmanos como desagradável porque:

  1. O Qur.ān não deve ser usado como ferramenta para promover as ambições pessoais e mundanas e financeiras.
  2. O Qur.ān deve ser recitado nas ocasiões em que o Profeta ﷺ e os Companheiros o recitaram, e não está provado pelos Hadīth que ele o recitou em funerais. Portanto, recitar o Qur.ān sobre o falecido é uma prática inovada e proibida.

No entanto, é frequentemente narrado que o Profeta ﷺ recita porções do Qur.ān antes de realizar um casamento e durante o Sermão da Sexta-feira, e ao mesmo tempo dar conselhos e advertências a seus Companheiros.

Questões

  1. Dê quatro ocasiões em que os muçulmanos recitam o Qur.ān, declarando onde é permitido por ḥadīth e onde não é.
  2. Que benefícios as pessoas podem obter ao recitar o Qur.ān e ouvi-lo?

A Autoridade do Qur.ān

O Qur.ān é a primeira fonte de autoridade no Islām, depois o ḥadīth. Os Salafis acreditam que não há contradição entre os textos do Qur.ān e os aḥādīth – e qualquer aparente contradição pode ser entendida pelos Sábios especialistas e diferenças aparentes nas mentes dos não instruídos facilmente harmonizadas. É o próprio Qur.ān que dá autoridade ao ḥadīth, como Allāh declarou:

“Ele (Muḥammad) não fala dos seus próprios desejos. Ao contrário, é Revelação que o inspire.”

Os muçulmanos acreditam que o Qur.ān nunca pode estar errado. Foi revelado no idioma árabe eloquente puro. Muitos muçulmanos não entendem o árabe, e mesmo muitos árabes não entendem os significados do Qur.ān. Os estudiosos do Qur.ān (chamados de estudiosos de Tafsīr) ao longo dos séculos explicaram os significados do Qur.ān (teólogos como At-Tabarī e Ibn Kathīr). Os Salafis acreditam que as explicações mais precisas são as primeiras e aqueles que estão de acordo com os aḥādīth Proféticos – e essas explicações são usadas como base de explicações mais modernas que não vão além das diretrizes dos comentários anteriores. Os estudiosos, dessa maneira, elaboram a Lei Islâmica (Sharī’ah) e os regulamentos. As várias seitas islâmicas não concordam com os significados do Qur.ān, que é uma das razões pelas quais diferentes muçulmanos seguem o Islām de maneiras diferentes. Alguns muçulmanos não dão aos aḥādīth e ao entendimento dos Companheiros do Profeta ﷺ a mesma importância que os Salafis – eles tendem a confiar na opinião pessoal, na filosofia ou na política mundial atual – e isso, sem dúvida, causa muitas diferenças.

O Milagre do Qur.ān

O Qur.ān é visto como um milagre pelos muçulmanos por muitas razões, dentre elas:

  1. Não pode ser imitado;
  2. Não há contradições nele;
  3. É imensamente e unicamente eloquente;
  4. Contêm orientação para toda a humanidade;
  5. Exclusivamente monoteísta;
  6. É inalterável e incorruptível.

“É o Livro sobre o qual não há dúvida, uma orientação para aqueles conscientes de Allāh.” [Al-Baqarah (2): 2]

“E se tendes dúvidas a respeito do que revelamos ao Nosso servo (Muḥammad), então produza uma Surah (capítulo) semelhante à dele e apresentai as vossas testemunhas, independentemente de Allāh, se estiverdes certos.” [Al-Baqarah (2): 23]

“(Eis aqui) um Livro (o Qur.ān), que te foi revelado (ó Muḥammad) para que haja receio em teu peito, e para que, com ele, admoestes os incrédulos, para que seja uma mensagem aos fiéis.” [Al-‘A’raf (7): 2]

“Não meditam, acaso, no Qur.ān? Se fosse de outra origem, que não de Allāh, haveria nele muitas discrepâncias.” [An-Nisa (4): 82]

Tradução: ‘Aishah Barletta

Texto original: https://www.abukhadeejah.com/the-quran-and-its-revelation-and-compilation-part-1-islam-1-5/

 Texto escrito originalmente por: Abu Khadeejah ‘Abdul-Wahid

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s