O Ḥadīth e a Sunnah (Islām 1.7)

bismillah (1)

1.7

Ḥadīth

Ḥadīth (plural: aḥādīth) se refere os ditos, ações e aprovações tácitas que foram relatadas pelo Profeta ﷺ. Os aḥādīth foram preservados do Profeta ﷺ por memória ou forma escrita por seus Companheiros, que os transmitiram para a próxima geração, que os transmitiram para a geração depois deles, e assim por diante. À medida que cada geração passava, os incidentes de registrar os aḥādīth aumentavam e a ciência de coletar os aḥādīth e verificar a autenticidade deles se tornou mais e mais rigorosa e codificada.

A principal razão por trás disso é porque depois dos Companheiros, que todos os muçulmanos acreditam serem fieis e confiáveis, entraram no Islām uma certa quantidade de sectarismo, e os Sábios do Islām perceberam que os partidários das seitas começaram a fabricar ḥadīth. De fato, desde o primeiro século do Islām, quando alguns dos Companheiros ainda estavam vivos, as ciências de verificação de ḥadīth já haviam começado. O Imām Muslim declarou na introdução do seu “ṣahīh” que o grande estudioso do primeiro século, Muḥammad bin Sīrīn (falecido em 110 H), que vivia entre os Companheiros, disse:

“Eles não costumavam perguntar sobre o  isnād (cadeia de narração), mas quando as tribulações ocorressem, eles diziam: ‘nomeie-nos seus homens!’ Então eles olhariam para o Povo da Sunnah e tomariam seu ḥadīth e olhariam para o povo desorientado e rejeitariam seu ḥadīth.”

Existem muitos, muitos ditos semelhantes a este. Portanto, essa é a uma prova clara de que a verificação do ḥadīth é uma ciência muito antiga do Islām que remonta ao Profeta ﷺ e seus Companheiros. Allāh ordenou aos Companheiros no Alcorão:

“Ó fiéis, quando uma pessoa má rebelde vos trouxer uma notícia, examinai-a prudentemente, para não prejudicardes ninguém, por ignorância, e não vos arrependerdes depois.” [Al-Hujurat (49): 6]

Os Sábios de ḥadīth usavam este versículo como uma base para o estudo dos narradores de ḥadīth. Eles entenderam que qualquer pessoa que relate um ḥadīth deve ser examinada por sua precisão e confiabilidade – e que um narrador deve ter uma cadeia de narração conectada, levando pessoa após pessoa de volta ao Profeta ﷺ.

Os aḥādīth do Profeta ﷺ cobre uma vasta gama de tópicos: crença, assuntos do invisível, sinais da Última Hora, oração, jejum, caridade, casamento, morte, divórcio, parto, subsídios e proibições (o halāl e o harām) – de fato quase todos os aspectos da vida que estão conectados à religião. O ḥadīth ao lado do Alcorão, é usado como base da Sharī’ah (Lei Islâmica).

Exemplos dos aḥādīth: O Profeta ﷺ disse:

“Quem não é misericordioso com os outros não será tratado com misericórdia.”

O Profeta ﷺ disse:

“Quem jejua durante o Ramaḍān com fé e buscando recompensa de Allāh terá seus pecados do passado perdoados.”

Ḥadīth Qudsī:

Alguns dos ditos são conhecidos como “Ḥadīth Qudsī”. Estas são as palavras de Allāh reveladas a Muḥammad ﷺ que não fazem parte do Alcorão. A diferença entre o ḥadīth profético e o ḥadīth qudsī é que o ḥadīth profético é a intenção de Allāh expressas nas palavras de Muḥammad ﷺ. O ḥadīth qudsī são as Palavras de Allāh diretamente declaradas na língua do Profeta Muḥammad ﷺ. Exemplo:

Abu Hurayrah disse que o Profeta ﷺ disse que Allāh disse:

“Gaste em caridade, ó filho de Ādam (Adão)! E Eu gastarei com você.” [Coletado por Al-Bukhārī]

O ḥadīth tem tanta autoridade quanto o Alcorão, como mostrado nesses versículos:

“Obedeça a Allāh e ao Mensageiro.” [An-Nisa (4): 59]

E:

“Aceitai, pois, o que vos der o Mensageiro, e abstende-vos de tudo quanto ele vos proíba. E temei a Allāh, porque Allāh é Severíssimo no castigo.” [Al-Hashr (59): 7]

Os estudiosos de ḥadīth começaram muito cedo a coletar e escrever os aḥādīth desde o início cujos livros ainda permanecem até hoje no “Muwatta” do Imām Mālik ibn Anas (M. 179H), o “Saḥīh” de Muslim (M. 261H), o “Musnad” do Imām Ahmad (M. 241 H) e assim por diante. Entre eles contêm centenas e milhares de aḥādīth. O ḥadīth pode ser autêntico ou “fraco” (não autêntico) ou mesmo fabricado. São os estudiosos de ḥadīth que trabalham diligentemente para decifrar o que é autêntico (saḥīh) daquilo que é fraco (da’īf).

Sunnah

Sunnah significa: “um caminho”. Refere-se ao exemplo e orientação do Profeta ﷺ que os muçulmanos são obrigados a seguir para obter o prazer de Allāh:

“Dize (ó Muḥammad ﷺ): “Se verdadeiramente amais a Allāh, segui-me; Allāh vos amará e perdoará as vossas faltas, porque Allāh é Indulgente, Misericordiosíssimo.” [Ali ‘Imran (3): 31]

E Allāh disse no Alcorão:

“De fato, tendes no Mensageiro de Allāh um excelente exemplo para aqueles que esperam contemplar Allāh e o Último Dia, e invocam Allāh frequentemente.” [Al-Ahzab (33): 21]

Esta Sunnah é baseada nos autênticos aḥādīth do Profeta ﷺ. Não se pode seguir o “Caminho” (Sunnah) do Profeta ﷺ, exceto seguindo os autênticos aḥādīth. A Sunnah deve agir de acordo com o ḥadīth na maneira da oração, jejum, funerais, alimentação e assim por diante. Por exemplo, o Profeta ﷺ disse:

“Rezem como se tivesse me visto rezando.” Além disso: “Tire seus ritos de Peregrinação do Hajj de mim.”

Então, os muçulmanos seguem a Sunnah do Profeta ﷺ (ou seja, o jeito dele) na realização da oração e no Hajj.

Há algumas seitas muçulmanas que acreditam que a Sunnah não tem a mesma autoridade do Alcorão e eles são contra aqueles que citam os versículos e ḥadīth afirmando que a Sunnah tem o mesmo status que o Alcorão, já que tanto o Alcorão quanto a Sunnah são revelações de Allāh.

O Alcorão afirma:

“(Enviamo-los) com sinais claros e Livros (Nós enviamos Mensageiros). E a ti (ó Muḥammad) revelamos a lembrança e o conselho (o Alcorão), para que explique claramente aos humanos, a respeito do que foi revelado, para que meditem.” [An-Nahl (16): 44]

Portanto, a explicação é a Sunnah, que é o “Caminho” do Profeta ﷺ retirado dos aḥadīth autênticos. Podemos aprender muito sore o caráter e o exemplo do Profeta Muḥammad ﷺ em sua biografia (em árabe: Sīrah), que tem histórias da vida do Profeta ﷺ. Aqui estão alguns exemplos: sua bondade para com os órfãos, sua união para ajudar os Companheiros na construção da Mesquita do Profeta em Madinah, a sua ajuda na escavação da trincheira para proteger Madinah do ataque inimigo, sua ajuda na família nas tarefas domésticas, sua brincadeira com os seus netos, o coro pela morte de seu filho Ibrāhīm e o filho da sua filha por misericórdia, ele ﷺ beijava e abraçava seus netos que pulavam nas suas costas durante a oração, ele ﷺ encurtava a oração se ouvisse um bebê chorando, porque sabia que a mãe ficaria chateada, ele ﷺ visitava os doentes e os pobres e assim por diante.

Os muçulmanos acreditam que o Alcorão e a Sunnah é aplicável para todos os tempos e todos os lugares e oferece orientação para a humanidade do berço à sepultura.

Questões:

  1. Explique o que significa ḥadīth.
  2. Dê um exemplo de ḥadīth.
  3. Dê um motivo pelo qual os aḥādīth são tão importantes.
  4. Explique o que significa Sunnah.
  5. Dê um exemplo da Sunnah Profética.
  6. Dê um motivo pelo qual a Sunnah Profética é importante.
  7. Quais lições você pode aprender do exemplo da vida do Profeta ﷺ citado acima?
  8. Como os exemplos estabelecidos há muito tempo ainda são relevantes hoje?

Tradução: ‘Aishah Barletta

Texto original: https://www.abukhadeejah.com/the-hadith-and-the-sunnah-islam-1-7/

Texto escrito originalmente por: Abu Khadeejah ‘Abdul-Wahid

Um comentário em “O Ḥadīth e a Sunnah (Islām 1.7)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s