Quando Alguém Faz a Intenção de Jejuar Para Cada Dia do Ramaḍān

bismillah (1)

Hafsah (M. 45H), raḍiAllāhu ‘anha, a Mãe dos Crentes, narrou o Mensageiro de Allāh ﷺ disse:

“Quem não se comprometer a jejuar antes do amanhecer (Fajr), não há jejum para ele.” [Abu Dawūd, nº 2454, autenticado por Al-Albānī. Ibn Mājah, nº 1700. Tirmidhī, nº 730]

E em uma narração:

“Não há jejum para quem não fez a intenção de jejuar a noite.” [Dāruqutini 2/172. Autenticado por Al-Albānī no Al-Irwā, nº 914]

Essas e outras narrações semelhantes se referem aos jejuns obrigatórios. A niyyah (intenção) deve estar presente antes do Fajr. Portanto, se uma pessoa pretendia jejuar antes do Fajr começar, e então adormecesse e não acordasse até que já tivesse amanhecido, então seu jejum estaria correto, porque sua niyyah estava presente – [desde que] ele não coma, beba ou anula seu jejum (de outra maneira). No entanto, se ele dormiu antes do Fajr (ou seja, a noite), sem intenção de jejuar, e ele não comeu ou bebeu após o Fajr (madrugada) e então ele disse: “Vou completar meu jejum e não vou comer ou beber.” Desse modo, seu jejum não está correto, porque ele passou uma parte do dia sem ter a intenção de jejuar – e não está correto. Ele deve se conter de comer e beber o resto do dia e compensar o esse dia (qadā’) depois do Ramaḍān.  Quanto ao jejum opcional (nafl), é permitido fazer a niyyah mesmo depois do Fajr, durante o dia. Portanto, se alguém acorda e ele não come ou bebe depois do Fajr e então pretende jejuar (como um nafl), então seu jejum está correto. Isso se deve ao ḥadīth de ‘Aishah, raḍiAllāhu ‘anha, em que ela disse que o Mensageiro de Allāh ﷺ entrou um dia e disse:

“Você tem algo [para eu comer]?” Dissemos: “Não.” Ele ﷺ então dia: “Nesse caso estou jejuando hoje.” Então, no outro dia, ele ﷺ veio até nós e dissemos: “Recebemos um presente de hays (uma mistura de tâmaras e manteiga ghee).” Ele disse: “Mostre para mim, porque eu tinha começado o dia em jejum.” E então ele comeu. [Coletado por Muslim, nº 1154]

Esse ḥadīth também prova que é permitido quebrar um jejum opcional (nafl) e não é obrigatório concluí-lo. O jejum obrigatório, no entanto, não pode ser quebrado, e quebra-lo é um grande pecado.” [Shaykh Al-Fawzān em Tas-hīl Al-Ilmām, 3/209, 210]

A niyyah deve ser feita diariamente (ou seja, antes do Fajr), e a intenção não deve ser pronunciada na língua, dizendo: “Pretendo jejuar neste dia de Ramaḍān…”. Ao contrário, a niyyah é a intenção para despertar para o Suhūr, e a intenção de se abster de comida e bebida – esta é uma niyyah válida. [Shaykh Muqbil ibn Hādi, rahimahullāh em Fadā’ih wa Nasā’ih, pág. 73-74] O lugar da niyyah (intenção) é no coração. Vocalizar a niyyah e falar isso é uma inovação e não é da Sunnah.

Tradução: ‘Aishah bint Humberto Barletta

Texto original: https://www.abukhadeejah.com/when-is-the-intention-made-to-fast-each-day-of-ramadan/

Texto originalmente traduzido por: Abu Khadeejah

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s