A Completude e Perfeição da Shari’ah

Daquilo que diferencia o Ahlus-Sunnah, aqueles sobre o Caminho dos Predecessores Virtuosos, é que eles têm uma convicção firme e inabalável na absoluta completude e perfeição da Shari’ah, em todos os aspectos, na crença, adoração e metodologia. Isso por si só é baseado nos claros e manifestos textos revelados. Isso não pode ser dito sobre os inovadores e aqueles que introduzem e persistem sobre aquilo que não possui base nem em sua fundação nem em seus detalhes e aspectos particulares, do Livro e da Sunnah. Pois a língua de disposição deles necessita que a Shari’ah seja deficiente e em necessidade de ser completada.

Allāh, o Exaltado, disse:

وَمَا خَلَقْتُ الْجِنَّ وَالْإِنسَ إِلَّا لِيَعْبُدُونِ

“E eu não criei os jinns e os humanos exceto para me adorarem (Unicamente).” [AdhDhariyat (51):56]

Para esse fim, Allāh revelou livros e mandou Mensageiros e Profetas para os humanos que vieram com legislações que informam e instruem eles a como adorar o seu Senhor. A religião de todos os Mensageiros e Profetas é o Islām e enquanto eles estão todos sobre uma única crença no que se refere à fé e ao monoteísmo, suas legislações variaram, pois elas eram adequadas e apropriadas para um determinado povo, tempo e lugar. Então Allāh mandou o último e final mensageiro, Muhammad ﷺ, cuja mensagem é universal. Como tal, a legislação que ele recebeu foi aperfeiçoada, completa e universal.

الْيَوْمَ أَكْمَلْتُ لَكُمْ دِينَكُمْ وَأَتْمَمْتُ عَلَيْكُمْ نِعْمَتِي وَرَضِيتُ لَكُمُ الْإِسْلَامَ دِينًا ۚ

“Nesse dia Eu aperfeiçoei a vossa religião, completei meu favor sobre vós e escolhi para vós o Islām como vossa religião.” [Al-Ma’idah (5):3]

Ibn Kathīr comentou sobre esse verso:

“Esse é dos maiores favores de Allāh, o exaltado, sobre essa Ummah no qual ele aperfeiçoou sua religião para eles para que eles não tenham necessidade de nenhuma outra religião além dela, e nem de nenhum profeta além do seu Profeta – que os elogios e a paz de Allāh estejam sobre ele. E por essa razão Allāh, o Exaltado, fez dele ﷺ o Selo dos Profetas e o enviou para os homens e jinns. Assim, não há halal (lícito) exceto aquilo que ele ﷺ fez halal e não há haram (ilícito) exceto aquilo que ele ﷺ fez haram, e não há religião exceto a que ele ﷺ legislou. E tudo que ele ﷺ informou sobre, é verdadeiro e a verdade, não há mentira nenhuma nem discrepância, apenas como Allāh, o Exaltado diz: “E a palavra do seu Senhor foi preenchida em verdade (sidq) e em justiça (adl)” (6:115), significando [que ele ﷺ foi] verdadeiro na informação e justo nos comandos e proibições. Então quando Ele (Allāh) aperfeiçoou a religião para eles, o favor sobre eles tornou-se completo.

A completude desse favor é algo que até mesmo os judeus reconheceram. Tariq bin Shihab narrou:

“Os judeus disseram a Umar (bin al-Khattāb): ‘Em verdade tu recitas um versículo em teu Livro que se ele fosse revelado a nós, a reunião dos judeus, nós teríamos feito desse dia um dia de celebração!”

Ele (Umar) disse: “E que versículo é esse?”

E eles disseram: “Nesse dia Eu aperfeiçoei a vossa religião, completei meu favor sobre vós e escolhi para vós o Islām como vossa religião.” (5:3).

Umar disse, “Por Allāh, em verdade eu conheço o dia em que ele foi revelado. Ele foi revelado ao Mensageiro de Allāh ﷺ na tarde do dia de Arafah no dia de Jumu’ah. [Relatado por Al-Al-Bukhārī e Muslim]

Isso é uma evidência que mostra que o Mensageiro ﷺ de fato cumpriu sua confiança e transmitiu toda a Mensagem sem deficiência ou falhas nela. Ibn ‘Amr narra que o Mensageiro de Allāh ﷺ disse:

“Não houve Profeta antes de mim, exceto que era um dever dele dirigir sua nação a todo bem que ele conhecia para eles e adverti-los de todo mal que ele conhecia para eles.” [Relatado por Muslim]

O Mensageiro ﷺ também disse:

“Eu não deixei nada que os aproximasse do Paraíso ou afaste-os do Fogo, exceto que eu os informei.” [Relatado por Ibn Kathīr no seu tafsīr da Surah Kahf: 18:17]

O Mensageiro ﷺ também disse:

“Por Aqule cuja mão está minha alma, eu não deixei nada que os aproximasse do Paraíso e afastasse-os do Fogo, exceto que eu os ordenei com isso e nem deixei qualquer coisa que os aproxime do Fogo e os afaste do Paraíso, exceto que eu os proibi disso.” [Relatado por Ahmad e Ibn Khuzaymah]

E o Companheiro Abu Dharr al-Ghifarī disse, com o que explica o que precedeu:

“O Mensageiro ﷺ nos deixou enquanto não havia um pássaro batendo as asas no céu, exceto que ele mencionou conhecimento sobre isso para nós.” [Relatado por Al-Tabarani em Al-Mu’jam Al-Kabir, nº1647]

O Mensageiro ﷺ falava severamente e constantemente das coisas inventadas e inovações na religião, mesmo que não houvesse nenhuma inovação presente.

Jābir bin ‘Abdullāh narra:

“Quando o Mensageiro ﷺ ia dirigir um sermão, os seus olhos ficavam vermelhos, sua voz se elevava, e sua raiva era severa, como se ele estivesse admoestando um exército… E ele diria: ‘Para prosseguir, em verdade a melhor fala é a fala de Allāh e a melhor orientação é a orientação de Muhammad e a pior das coisas (na religião) são as coisas inventadas, e toda inovação é desvio.'” [Relatado por Muslim]

Tudo isso foi perfeitamente compreendido e conhecido pelos Companheiros, e é por isso que ocorre deles, alertas das coisas inventadas e o conselho de se apegar ao que está na Sunnah, e esses ditos dos Companheiros serão apresentados em outros artigos.

Tradução: Hamzah Vieira

Texto original em: http://www.bidah.com/articles/zhayx-the-completion-and-perfection-of-the-shariah.cfm

Texto originalmente escrito por: Abu Iyaad

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s