Auxílios Para Adoração e Oração Que São Comuns Em Nossos Tempos: Bússola, Contas de Dhikr, Tapete de Oração, Suporte de Mushaf, Aplicativos para Telefone [Islām 3.3]

Objetivos: Identificar os auxílios para adoração e entender os seus usos.

A bússola e o tapete de oração: Os muçulmanos podem transformar qualquer local adequado em musallā (local de oração) decifrando a direção de Makkah (Qiblah) e certificando-se de que o local esteja livre de impurezas. O Profeta ﷺ disse:

“O mundo inteiro foi feito para mim um lugar de purificação e oração.”

Além disso, os muçulmanos não tem permissão para fazer as orações diárias em um cemitério, nem enterrar ninguém em uma mesquita, pois isso leva à adoração do túmulo. O Profeta ﷺ disse:

“Allāh amaldiçoou os judeus e os cristãos porque eles transformaram os túmulos de seus Profetas e seus homens justos em locais de adoração.”  [Al-Bukhārī]

Os muçulmanos também não têm permissão para orar em áreas de banheiro, pois isso não é adequado.

Para encontrar a direção da Qiblah, os muçulmanos podem usar seu conhecimento das estrelas e suas localizações relativas ou o nascer e o pôr-do-sol ou simplesmente a bússola. Hoje em dia, a maioria dos smartphones terá um aplicativo do horário da oração que fornece ao usuário os horários de oração aproximados e a direção da Qiblah. Muitos muçulmanos também usam um tapete de oração para orar quando estão fora de casa. Não há mal nisso (já que o próprio Profeta ﷺ usaria um tapete), desde que não se acredite que o tapete seja um requisito necessário para a oração ou que, ao deixar de usá-lo, a oração é de alguma forma deficiente. Esteiras de oração geralmente tem um metro de comprimento por meio metro de largura. Os tapetes de oração podem ser muito decorativos e elaborados, até mesmo ter fotos da Ka’aba ou da mesquita do Profeta ﷺ sobre eles. No entanto, isso deve ser evitado, porque leva a pensar que a oração é de alguma forma melhor com essas imagens nelas e a pessoa confia em ter essas imagens “sagradas” nos tapetes de oração. Alguns fabricantes colocam um design deliberado nos padrões dos tapetes de oração para “lembrar ao adorador que apenas Allāh é perfeito”. Este é um fardo desnecessário na religião e é considerado uma bid’ah (inovação proibida).

Estudo de caso: “A reunião foi repleta de discussões animadas por algumas horas e estávamos todos mais do que prontos para comer. Quando nos separamos para o almoço, a maioria das pessoas foi rapidamente para o restaurante, mas um homem ficou para trás. Ele pegou sua pasta, abriu-a e tirou um tapete enrolado e um smartphone no qual digitou sua localização. Ele verificou a tela e foi até o canto da sala carregando o tapete. Ele verificou o smartphone novamente e cuidadosamente colocou o tapete para baixo. Um momento depois, ele começou a orar.”

A posição do Qur.ān: O Alcorão ou “Mus-hafs” [cópias escritas do Alcorão] devem sempre ser tratados com grande respeito porque contêm as Palavras de Allāh como dadas diretamente ao Profeta ﷺ. Os muçulmanos devem certificar-se de que estão purificados (com o wuḍū/ablução) antes de tocar em um Mus-haf. Também são usados suportes para garantir que o Alcorão nunca toque uma superfície suja ou o solo. Os muçulmanos que recitam ou estudam o Alcorão sentam-se no chão e colocam o Alcorão no suporte na frente deles para que possam lê-lo. Outros simplesmente usam uma almofada ou a seguram nas mãos – tudo isso é aceitável.

Contas de Oração (Contas de Tasbīh ou Dhikr): Contas de oração são usadas por alguns muçulmanos em orações privadas para ajuda-los a contar quando glorificam Allāh ou quando “contam Seus nomes”. Eles movem uma conta ao longo do barbante cada vez que dizem um nome. Muitas cordas têm 99 contas, uma para cada nome de Allāh. Alguns tem 33 contas, caso em que os muçulmanos dão a volta no barbante três vezes. Eles acreditam, isso os ajuda a focar e se concentrar na adoração. No entanto, o uso de “contas de oração (contas de dhikr)” é uma inovação (bid’ah) não praticada pelo Profeta ﷺ nem por seus Khalifas (califas) guiados corretamente e, portanto, é proibido usá-los na adoração. Além disso, a mera repetição dos nomes de Allāh por conta própria não era prática do Profeta e dos seus Companheiros. Em vez disso, o dhikr (lembrança de Allāh) deve ser feito de acordo com a Sunnah (ou seja, de acordo com os aḥadīth autênticos).

Cinco Modos Autênticos de Dhikr Depois da Salāh

‘Abdullāh bin ‘Amr disse:

“Eu vi o Mensageiro de Allāh ﷺ contando-os [nos dedos] de sua mão direita. [Abu Dawūd, nº 5065 e At-Tirmidhī, nº 3410]

Deve-se alternar entre os vários modos. Não é permitido usar contas roscadas, contadores ou pedras para contar dhikr, pois todos eles são inovações – e a melhor orientação é a do Profeta ﷺ.

Uma pergunta importante: Por que uma bússola é permitida e contas de dhikr não são permitidas no Islām, já que o Profeta ﷺ não as usou? Não são os dois, portanto, inovações proibidas?

Resposta: Esta é uma boa questão. O fato das “contas de dhikr”, seixos, sementes, etc. estavam disponíveis na época do Profeta ﷺ e seus Companheiros, mas eles nunca os usaram para contas as glorificações (dhikr) de Allāh, pelo contrário, eles evitaram tais métodos, embora tivessem acesso a eles. Quanto ao uso da bússola, então a bússola não era uma ferramenta disponível para o Profeta ﷺ e seus Companheiros, então, e m vez disso, eles usariam tudo o que estivesse disponível para determinar a direção da Qiblah como ocorre no ḥadīth de Jābir, que Allāh esteja satisfeito com ele, que disse:

“Estávamos com o Mensageiro de Allāh em uma campanha e ficou nublado. Tentamos determinar a Qiblah e divergimos a respeito dela, então cada homem orou por conta própria e cada um de nós marcou a direção que estavam fazendo a oração para que pudesse verificar mais tarde. Na manhã seguinte, olhamos e descobrimos que havíamos feito a oração em uma direção diferente da Qiblah. Dissemos ao Profeta ﷺ e ele não nos instruiu a repeti-la e disse: ‘Sua oração é válida.’” [Relatado por Al-Hākim e outros; e autentificado por Al-Albānī em Al-Irwā, nº 291]

Este ḥadīth indica que um muçulmano deve tentar o seu melhor com os meios que possui para buscar a direção da Qiblah e isso pode incluir, olhando para as estrelas, o sol ou nestes tempos, a bússola ou um aplicativo de telefone.

Questões:

  1. Porque um muçulmano usaria uma bússola e um tapete de oração?
  2. Leia de novo o estudo de caso e pergunte em detalhe o seguinte:
  3. Você acha que o muçulmano achou fácil fazer a oração nessa situação?
  4. Como as pessoas acham que as pessoas se sentiram ao vê-lo fazendo o que estava fazendo?
  5. Se você estivesse nessa situação, o que você diria para eles para explicar o que ele estava fazendo?
  6. É possível para um muçulmano ser bom e nunca ir à mesquita? Explique sua visão e dê diferentes situações que podem afetar diferentes pessoas.
  7. “Auxílios na adoração como estes não são necessários” – você concorda com isso e por que?

Tradução: ‘Aishah bint Humberto Barletta.

Texto original em: https://www.abukhadeejah.com/aids-to-worship-and-prayer-that-are-common-in-our-times-compass-dhikr-beads-prayer-mat-mushaf-stand-phone-apps-islam-3-3/

Texto originalmente escrito por: Abu Khadeejah

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s