A Carne dos Muçulmanos, Judeus e Cristãos: Ahlul-Kitāb – Halāl e Harām no Islām [Islām 4.3]

Objetivos: Explore como os alimentos são preparados no Islām e a importância das leis alimentares para os muçulmanos hoje.

Halāl:

Allāh declarou:

يَسْـَٔلُونَكَ مَاذَآ أُحِلَّ لَهُمْ ۖ قُلْ أُحِلَّ لَكُمُ ٱلطَّيِّبَـٰتُ ۙ وَمَا عَلَّمْتُم مِّنَ ٱلْجَوَارِحِ مُكَلِّبِينَ تُعَلِّمُونَهُنَّ مِمَّا عَلَّمَكُمُ ٱللَّهُ ۖ فَكُلُوا۟ مِمَّآ أَمْسَكْنَ عَلَيْكُمْ وَٱذْكُرُوا۟ ٱسْمَ ٱللَّهِ عَلَيْهِ ۖ وَٱتَّقُوا۟ ٱللَّهَ ۚ إِنَّ ٱللَّهَ سَرِيعُ ٱلْحِسَابِ

“Eles te perguntam (ó, Muḥammad ﷺ) o que lhes é halāl (lícito). Diga: “Lícito para vos é At-Tayyibat [todas os tipos de coisas benignas que Allāh fez lícitas (carnes de animais comestíveis abatidos, laticínios, gorduras, vegetais, frutas e etc). E os animais e pássaros de rapina que treinastes como caçadores, treinando e ensinando-os (a pegar) conforme Allāh vos ensinou. Então, comei do que, para vós, eles pegarem, mas mencionai sobre isso o nome de Allāh. E temei a Allāh. Por certo, Allāh é Destro no ajuste de contas.” [Al-Mai’dah (5): 4]

Harām:

Há alguns tipos de comida que Allāh claramente proibiu:

حُرِّمَتْ عَلَيْكُمُ الْمَيْتَةُ وَالدَّمُ وَلَحْمُ الْخِنزِيرِ وَمَا أُهِلَّ لِغَيْرِ اللَّهِ بِهِ وَالْمُنْخَنِقَةُ وَالْمَوْقُوذَةُ وَالْمُتَرَدِّيَةُ وَالنَّطِيحَةُ وَمَا أَكَلَ السَّبُعُ إِلَّا مَا ذَكَّيْتُمْ وَمَا ذُبِحَ عَلَى النُّصُبِ وَأَن تَسْتَقْسِمُوا بِالْأَزْلَامِ ۚ ذَٰلِكُمْ فِسْقٌ ۗ الْيَوْمَ يَئِسَ الَّذِينَ كَفَرُوا مِن دِينِكُمْ فَلَا تَخْشَوْهُمْ وَاخْشَوْنِ ۚ الْيَوْمَ أَكْمَلْتُ لَكُمْ دِينَكُمْ وَأَتْمَمْتُ عَلَيْكُمْ نِعْمَتِي وَرَضِيتُ لَكُمُ الْإِسْلَامَ دِينًا ۚ فَمَنِ اضْطُرَّ فِي مَخْمَصَةٍ غَيْرَ مُتَجَانِفٍ لِّإِثْمٍ ۙ فَإِنَّ اللَّهَ غَفُورٌ رَّحِيمٌ

“Proibida para vós (quanto a comida) são: Al-Maytatah (a carne dos animais mortos), sangue, a carne de porco e a carne que é abatida com a invocação de outro nome além de Allāh; e o animal estrangulado e o que é morto por espancamento e por queda e por chifradas e o que foi parcialmente comida por um animal selvagem – a menos que abateis este animal (antes que morra) – e o que é sacrificado (abatido) em um An-Nusub (altares de pedra). Proibido para vos também é que usem varinhas da sorte buscando sorte ou decisão, tudo isso é desobediência a Allāh e pecado.” [Al-Mai’dah (5):3]

Preparação da Comida:

Todos os animais fornecidos por Allāh como alimento devem ser tratados adequadamente quando estão vivos e mortos sem dor quando chegar a hora. Para um muçulmano que abate (ou seja, que faz a dhabh de) um animal, sua carne só é halāl se o nome de Allāh foi mencionado antes de ser morto e morto com um único corte na garganta. O Profeta Muḥammad ﷺ ordenou ao povo que afiasse suas facas e não usasse instrumentos cegos e não assustasse os animais de antemão, para que os animais não sofressem. A área onde os alimentos são preparados deve estar limpa e livre de ingredientes ilícitos.

É imprescindível que a carne tenha sido abatida por um muçulmano, judeu ou cristão, conforme Allāh disse:

“Hoje eu tornei lícito para vos tudo que é bom e a carne abatida do Povo do Livro é halāl para vos e a vossa carne abatida é halāl para eles.” [Al-Mai’dah (5): 6]

Este versículo explique que a carne abatida por Judeus e Cristãos é halāl.

Estudo de Caso:

Quando Adeel foi convidado por David para jantar no ano passado, foi um desastre. Ele gostava de conversar com os outros jovens sobre o Islām, sua herança e estudos, mas quando chegou a hora de comer, ele não ficou tão feliz. Na frente dele havia sanduíches de bacon, batatas fritas e salsichas – e alguns bolos. Ele mordiscou as batatas fritas e o bolo! A mãe de David viuq uee le não estava comendo e ficou preocupada que ele estivesse doente. Então, ele explicou que não podia comer muito da comida, pois não era halāl. Este ano estava tudo bem, a mãe de David verificou todos os ingredientes e havia muita comida halāl que todos gostaram.

Carne do Ahlul-Kitāb (Povo do Livro)

Um muçulmano deve estar ciente se o alimento em uma determinada terra foi abatido corretamente. E isso geralmente é conhecido pelo reconhecimento da religião das pessoas que habitam aquela terra. Portanto, não há nada com que se preocupar em um país muçulmano, já que a carne lá é abatida e preparada por muçulmanos. No Reino Unido, Europa, América, Caribe e outras terras cristãs, os animais preparados como comida são abatidos cortando-se a garganta, as veias jugulares e as artérias carótidas para permitir que todo o sangue flua. Neste caso, a carne é considerada halāl. A mesma regra não se aplica a países que não sejam cristãos, judeus ou muçulmanos.

Existem alguns estudiosos muçulmanos que afirmam que, se cristãos e judeus pronunciam o nome de Allāh durante o abate, somente então sua carne é halāl. Caso contrário, não é.

No entanto, parece bastante claro que Allāh permitiu a carne dos judeus e cristãos sem a necessidade de perguntar sobre o que eles disseram na hora da matança, ou se o açougueiro judeu ou cristão abateu em nome de Allāh. Isso foi narrado por um grupo de Companheiros do Profeta ﷺ e alguns estudiosos eminentes do passado, na medida em que é correto dizer que a menção do nome de Allāh não é um requisito para o consumo da carne abatida dos judeus e cristãos de acordo com um grupo de estudiosos, e Allāh sabe melhor.

Além disso, foi narrado por Bukhārī (2057) de ‘Ā’ishah (que Allāh esteja satisfeito com ela), que algumas pessoas disseram:

 “Ó Mensageiro de Allāh, algumas pessoas trazem carne para nós e não sabemos se mencionam o nome de Allāh sobre isso ou não.” O Mensageiro de Allāh ﷺ disse: “Mencione o nome de Allāh e coma.”

‘Ā’ishah afirmou que a carne veio daqueles que eram novos no Islām. Não é necessário perguntar sobre a carne que foi abatida por um muçulmano ou uma pessoa do Ahlul-Kitāb (Povo do Livro), como foi abatida e se o nome de Allāh foi mencionado ou não [como mencionado por Ibn Bāz e Ibn ‘Uthaymīn ] O Mensageiro ﷺ comeria a carne dos judeus e não faria perguntas, como Ibn ‘Uthaymīn declarou.

Al-Bukhārī (m. 256H) disse em seu Sahīh (Capítulo 22):

Capítulo: “A carne e a gordura dos animais abatidos pelo Ahlul-Kitāb (O Povo do Livro) daqueles em guerra e outros que não eles.”

A declaração de Allāh, o Altíssimo:

“Eu tornei lícito para vos tudo que é bom e a carne abatida do Povo do Livro é halāl para vos e vossa carne abatida é halāl para eles”. [Al-Mai’dah (5): 6]

Az-Zuhrī (m. 124H) disse:

 “Não há mal nenhum na carne abatida dos cristãos árabes. E se você ouvi-lo mencionar outro nome que não seja o de Allāh, então não coma. No entanto, se você não o ouvir, então Allāh tornou [a carne] permissível enquanto Ele conhece incredulidade deles.”

Semelhante foi relatado por ‘Alī Ibn Abī Tālib. Al-Hasan e Ibrāhīm disseram:

“Não há mal nenhum na carne abatida de cristãos árabes”.

Ibn ‘Abbās disse:

“O termo: ‘Sua comida’ no versículo se refere à sua carne abatida.” [Ver Fathul-Bārī 9/553)]

At-Tabarī relatou em seu Tafsīr:

‘Umayr Ibn Aswad perguntou ao Companheiro Abu Dardā’ sobre uma ovelha que foi abatida [por alguns cristãos] em nome de uma igreja chamada George, como uma oferta a ela: “Devemos comê-la?”

Abu Dardā ‘ respondeu: “Ó Allāh, perdão! Na verdade, eles são o Povo do Livro! A comida deles é halāl para nós, e nossa comida é halāl para eles.” Então ele ordenou que comessem.

Quanto ao dito de Allāh, “Vossa comida é halāl para eles.” Significado: Sua carne abatida, ó crentes, é halāl para o Povo do Livro.”

[Ver Tafsīr at-Tabarī de Al-Mā’idah 5: 6, vol. 9 pp. 579-580, no. 11255]

Similarmente foi narrado por Ibn Zayd (Tafsīr at-Tabarī 9/579, narração nº 11254) sobre a carne que foi abatida por cristãos em nome de uma igreja, então ele disse: “Allah nos permitiu a comida [carne] do Povo do Livro, e Ele não fez nenhuma exceção a isso. ”

Abu Dawūd relatou que Ibn ‘Abbās, radiyallāhu‘ anhumā,  disse:

فَكُلُوا۟ مِمَّا ذُكِرَ ٱسْمُ ٱللَّهِ عَلَيْهِ إِن كُنتُم بِـَٔايَـٰتِهِۦ مُؤْمِنِينَ

“Então, comei daquilo, sobre o qual foi mencionado o nome de Allāh (enquanto abatendo o animal), se creem nos Seus sinais (provas, evidências, versículos, etc).” [Al-An’am (6): 118]

وَلَا تَأْكُلُوا۟ مِمَّا لَمْ يُذْكَرِ ٱسْمُ ٱللَّهِ عَلَيْهِ

“E não comais daquilo, sobre o qual não foi mencionado o nome de Allāh.”

Allāh ab-rogou e fez uma exceção a isso, então Ele disse:

طَعَامُ الَّذِينَ أُوتُوا الْكِتَابَ حِلٌّ لَّكُمْ وَطَعَامُكُمْ حِلٌّ لَّهُمْ

“A comida (carne abatida) pelo Povo do Livro (Judeus e Cristãos) é permissível para vos e a vossa é permissível para eles.” [Al-Māi’dah (5): 5]

[Sunan Abī Dawūd nº 2443, autenticado por Al-Albānī (hasan)]

Esta narração indica que a carne dos judeus e cristãos é permitida para os muçulmanos consumirem. At-Tabarānī e Al-Hākim narraram de Ibn ‘Abbās, raḍiAllāhu anhu, que ele disse:

“A carne abatida de judeus e cristãos é halāl devido ao fato de eles acreditarem no Tawrāt e no Injīl (na Torá e nos Evangelhos).” [Ver ‘Awnul-Ma’būd, sob o ḥadīth nº 2814; Al-Hākim declarou que a narração é sahīh)

Nota: Ao abater animais, um muçulmano deve dizer bismillāh (em nome de Allāh) – as veias jugulares, artérias carótidas, traqueia e esôfago são cortadas com um único golpe usando uma faca afiada e não serrilhada. A medula espinhal e as vértebras do pescoço permanecem intactas. Este é o método mais seguro e indolor de abate de animais. Ele permite que a maior parte do sangue saia do animal imediatamente, tornando a carne higiênica ao dar às bactérias nocivas a menor oportunidade de crescer e prosperar. Isso também dá à carne uma vida útil mais longa. O rompimento da medula espinhal pode levar à parada cardíaca (parar o coração), fazendo com que o sangue estagnasse nos vasos sanguíneos – então, mesmo nisso, há muita sabedoria.

Ibn Abī Hātim mencionou com sua cadeia de narração a Makhūl que disse que Allāh revelou:

“E não coma daquilo sobre o qual o nome de Allāh não foi mencionado …”, então o Senhor, o Poderoso e Majestoso, revogou isso, e Ele mostrou misericórdia para com os muçulmanos, então disse: “Hoje eu tornei lícito a vocês tudo que é bom, e a carne abatida do Povo do Livro é halāl para vós …” Então Ele, o Altíssimo, revogou isso o primeiro versículo com este, e Ele tornou permissível o alimento [carne abatida] do Povo do Livro.” [Ver Tafsīr de al-Mā’idah 5: 5, Tafsīr Ibn Kathīr – todos os narradores na cadeia são confiáveis e verdadeiros].

Importância dessas leis:

  • Essas leis protegem os animais da crueldade e do abuso;
  • Eles lembram o muçulmano sobre o Senhor que os alimenta;
  • Quando eles matam, eles mencionam Seu nome;
  • Encoraja os muçulmanos a viverem juntos em comunidades onde os alimentos halāl estão facilmente disponíveis, comidos e onde se agradece a Allah;
  • Essas leis encorajam os muçulmanos a entender o status especial do Povo do Livro (os judeus e cristãos) – que embora sejam incrédulos, são os mais próximos dos muçulmanos nas escrituras e podem ser convidados ao Islām porque já entendem e aceitam partes da Escritura.
  • Tudo isso é bom porque incentiva os jovens muçulmanos a se orgulharem de sua religião monoteísta única, onde apenas um Deus (Allāh) é adorado em vez dos santos falecidos, profetas ou anjos.
  • Muitos não-muçulmanos também comem comida halāl porque vivem ao lado de muçulmanos ou desejam aprender sobre o Islām quando são convidados para uma refeição!

Pergunta: Imagine que você seja muçulmano usando fornecedores não-muçulmanos para um casamento. Que instruções especiais você teria que dar a eles para garantir que a comida é halāl? Pense na carne que vai ser usada e nos outros ingredientes. Lembre-se de que agora você é o responsável. Escreva um menu para o evento.

Tradução: ‘Aishah bint Humberto Barletta.

Texto original em: https://www.abukhadeejah.com/the-meat-of-the-muslims-and-the-meat-of-the-jews-and-christians-halal-and-haram-islam-4-3/

Texto originalmente escrito por: ‘Abu Khadeejah

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s