O Uso da Engenharia Genética e o Islām [Ética 1.10]

Leia para saber mais sobre bebês projetados, terapia com células-tronco, engenharia genética, irmãos salvadores e o Islām.

Compreendendo o Código de Vestimenta Muçulmano: Modéstia Para Homens e Hijāb Para Mulheres [Islām 4.5 e 4.6]

Objetivos: Explicar e ilustrar o que significa hijab e a importância disso para os muçulmanos. Termos: Modéstia: Maneira ou aparência humilde e despretensiosa. Hijāb: um termo frequentemente usado para significar lenço ou roupa externa que as mulheres muçulmanas usam, mas em árabe significa uma "capa" ou "tela". Khimār: Um lenço que cobre a cabeça, os … Continue lendo Compreendendo o Código de Vestimenta Muçulmano: Modéstia Para Homens e Hijāb Para Mulheres [Islām 4.5 e 4.6]

Fertilização Em Vitro (Tratamento FIV) e Barriga de Aluguel no Islām [Ética 1.8]

Leia o texto para saber e entender sobre a fertilização in vitro e a barriga de aluguel e entender as atitudes muçulmanas e alguns exemplos.

A Carne dos Muçulmanos, Judeus e Cristãos: Ahlul-Kitāb – Halāl e Harām no Islām [Islām 4.3]

Nota: Ao abater animais, um muçulmano deve dizer bismillāh (em nome de Allāh) - as veias jugulares, artérias carótidas, traqueia e esôfago são cortadas com um único golpe usando uma faca afiada e não serrilhada. A medula espinhal e as vértebras do pescoço permanecem intactas. Este é o método mais seguro e indolor de abate de animais. Ele permite que a maior parte do sangue saia do animal imediatamente, tornando a carne higiênica ao dar às bactérias nocivas a menor oportunidade de crescer e prosperar. Isso também dá à carne uma vida útil mais longa. O rompimento da medula espinhal pode levar à parada cardíaca (parar o coração), fazendo com que o sangue estagnasse nos vasos sanguíneos - então, mesmo nisso, há muita sabedoria.

Questões Sobre Fertilidade e Contracepção No Islām: A Escolha De Ter Filhos [Ética 1.6]

O Shaykh Al-Albānī disse: “Se o uso de anticoncepcionais é baseado no conselho de médicos confiáveis, a fim de proteger a saúde da esposa que foi adversamente afetada por ter muitos filhos, então isso é permitido. No entanto, se o incentivo para usar anticoncepcionais é o medo da pobreza e da perda financeira, então não é permitido.” [Al-Hāwī min Fatāwa, 2/14, resumido]